Buscar
  • Maria do Mar Vieira

Mudanças de plano e imprevistos


Photo de Carlos Gomes

Tenho alguma dificuldade a lidar com mudanças de plano e imprevistos.

Preciso de ter tudo mais ou menos planeado e organizado. Preciso de saber o que vai acontecer, de ter tudo sob controlo. A minha vida já é cheia de hipersensibilidades e sobrecargas, se algo acontece que eu não estava à espera, se me mudam os planos, eu sinto-me totalmente perdida e sem saber o que fazer, tenho de fazer um grande esforço para lidar com essa imprevisibilidade e isso pode gerar uma sobrecarga. Tenho de saber o que vai acontecer para tentar prever e evitar meltdowns, hipersensibilidades e preparar-me psicologicamente para saber como interagir e comunicar em determinado momento, e assim conseguir gerir a minha energia para não chegar ao limite do meu cansaço.


Imprevistos acontecem diariamente. O autocarro atrasar-se, estar mais pessoas do que o habitual em determinado sítio, uma mota passar ao meu lado, uma pessoa falar-me num tom mais ríspido e agressivo, um carro apitar, alguém cancelar algo, chegar mais cedo do que era previsto. Isto são tudo coisas com o qual não estamos a contar, mas com as quais temos de lidar rapidamente e o meu cérebro não está preparado para isso. Muitas vezes bloqueia, vem a ansiedade e as lágrimas caem. Se imaginarmos o nosso cérebro como um balde, tudo isto são gotas a cair no balde que depois acaba por transbordar e é aí que vêm as sobrecargas.


Tenho combinado ir dar um passeio com uma amiga, se no dia ela me diz que afinal não pode ir, eu fico completamente desnorteada e sem saber como agir. Estou mentalizada para fazer certas coisas como comunicar, apanhar autocarros, evitar barulhos. Se de repente isso muda, fico sem saber o que fazer naquele tempo que estava reservado para estar com a minha amiga. Porque aquelas horas já estavam reservadas para fazer aquilo, e se agora não posso, o que vou fazer? Muito provavelmente fico sentada apenas à espera que esse tempo passe. O meu cérebro não consegue adaptar-se, arranjar outra solução. Se tiverem de cancelar, por favor façam-no com bastante antecedência para conseguir gerir a situação.

Se costumo falar diariamente com uma amiga e ela um dia não me disser nada ou estiver a falar menos naquele dia, eu vou entrar em pânico porque não percebo porque aquilo está a acontecer, vou fazer mil e um filmes na minha cabeça, e poderei acabar por ter alguma desregulação emocional. Se não me puderes responder ou falar comigo, por favor responde-me a dizer isso mesmo e explica-me o motivo mais tarde se não puderes explicar no momento.

Se me enganar a comprar algo ou se me esquecer de algo, vou ficar sem saber o que fazer a seguir e vou-me sentir muito frustrada por ter errado, o que pode levar a um meltdown.


Esta semana aconteceram vários imprevistos, que levaram depois a várias mudanças de planos e isso gerou em mim uma onda de ansiedades, emoções, desregulações emocionais e meltdowns.

É importante compreender o motivo para estas mudanças de planos acontecerem, e se não estivermos a perceber, por favor expliquem-nos para ser mais fácil para nós gerirmos a situação. Precisamos de tempo para o nosso cérebro se acostumar a essa mudança, portanto não nos pressionem.

É importante compreender que os imprevistos e as mudanças de plano são muito difíceis para nós e se nos puderem ajudar a gerir esses momentos e a arranjar estratégias para os ultrapassar seria muito benéfico para nós.

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo