Buscar
  • Maria do Mar Vieira

O Espelho


Foto de Carlos Gomes


Há uns meses numa aula fizemos um exercício.

A formadora tinha uma caixa e pediu-nos para irmos ter com ela e olhar para dentro da caixa. Disse que lá dentro estava uma fotografia da pessoa mais importante e com mais valor da nossa vida.

Quando olhei para dentro da caixa vi um espelho.

E vi uma rapariga linda, com uns olhos verdes muito bonitos, com um brilho especial e com um sorriso muito querido. Uma miúda muito querida e simpática. Cheia de talento e muito inteligente. Uma pessoa humilde, educada, atenciosa, bondosa, empática e divertida.

Com imensas capacidades, uma lutadora que apesar de tudo acredita que irá ser uma pessoa feliz e cheia de sucesso.

Depois reparei que era Eu. Era Eu quem eu via. E apercebi-me que apesar de todos os problemas e dificuldades, não é isso nem o autismo que me definem, eu sou mais que isso.

A partir desse dia comecei a valorizar-me mais e a acreditar mais em mim e nas minhas capacidades. O Autismo faz parte de mim mas não é ele que me define. Eu tenho muitas particularidades que podem ser consideradas estranhas e que podem ser incompreensíveis para muitos e algumas até me podem condicionar ou afetar no meu dia a dia mas eu sou capaz de fazer coisas incríveis e sei que vou fazer coisas ainda mais magníficas! Sei que tenho muitas características boas e que são uma mais valia nos dias de hoje em que a diferença é que prevalece, em que a diferença é um super poder e tenho orgulho disso, tenho orgulho de ser diferente e tenho orgulho em todos nós. Não deixemos que o Autismo nos defina, que nos afete e impeça de fazer aquilo em que acreditamos. Confiemos nas nossas capacidades, nas nossas particularidades e na nossa diferença. Vamos viver com o Autismo e não sobreviver com ele.

119 visualizações
  • Facebook ícone social
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now