Buscar
  • Maria do Mar Vieira

Sensibilidade Auditiva




Hoje vou falar-vos de mais uma característica comum a praticamente todas as pessoas com autismo. Sensibilidade auditiva.

Peço-vos que parem por um segundo e tomem muita atenção. O que é que vocês ouvem? Que sons conseguem escutar? O som da televisão, o som dos carros a passar lá fora, o som de alguém a subir as escadas do meu prédio muito apressadamente, o som das pequenas patas da minha gata a tocarem no chão que por sua vez faz a madeira do chão do corredor estalar muito suavemente, o som do computador, o som de alguém a falar na rua, o som da minha própria respiração, o som da minha mãe a falar ao telemóvel. Bem, estes foram os sons que eu consegui ouvir num curto período de dois minutos. E vocês que ouviram? Tomem atenção a todos esses pequenos sons. Agora imaginem esses sons dez vezes mais altos. Conseguem ouvir? A intensidade de cada som aumentou imenso não foi? Mas vocês ouvem os sons todos como um todo, como se os sons todos formassem um só som ou ouvem os sons separados uns dos outros? Foquem-se em cada som individualmente, dêem atenção a cada um deles, ainda com a mesma intensidade dez vezes superior ao som inicial. Conseguem ouvir cada um dos sons? E conseguem prestar atenção a cada um dos sons individualmente mas ao mesmo tempo ouvi-los a todos? Continuando a ouvi-los separadamente uns dos outros? Como se sentem? Desconfortáveis e talvez um pouco ansiosos não é? Exactamente. É assim que eu ouço. É assim que a maioria de nós ouve. Vinte e quatro horas por dia. Por isso é que quando estamos num sítio com muito barulho nos sentimos mal e muito ansiosos. Porque ouvimos os sons amplificados e conseguimos distingui-los todos uns dos outros, tudo ao mesmo tempo. E temos de sair dali imediatamente. Senão chegamos a um ponto em que já não aguentamos mais a intensidade e quantidade de sons, ficamos totalmente desorientados e confusos e isso faz-nos por vezes gritar e chorar. E quando estamos mais stressados ou ansiosos cada um dos sons aumenta cinquenta vezes mais. Já imaginaram isso? Já imaginaram o terror que isso é? Por isso se vos pedirmos para vocês falarem mais baixo ou para fazerem menos barulho, não é exagero, é mesmo porque a intensidade dos sons é muito elevada e estamos a ficar desorientados e desconfortáveis.


0 visualização
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now