Buscar
  • Maria do Mar Vieira

Eles


Hoje sinto que tenho de falar de umas pessoas muito importantes para mim e quero-lhes agradecer por todas as aprendizagens e significados que me estão a ensinar.

No primeiro dia de aulas, fui para o curso cheia de medo, medo do que estava a acontecer e do iria acontecer. Um sitio novo, onde não conhecia ninguém. Ia começar a estudar de novo, pela primeira vez passado seis anos. Estava aterrorizada e só me vinham à cabeça e ao corpo sentimentos que tinha sentido quando estudava quando era mais nova. Confesso que nos primeiros dias me passava pela cabeça a ideia de desistir mas sabia que isso não era solução. Hoje, passado mais de um ano, sei que foi a melhor opção.

Estes meninos incríveis, que hoje posso chamar de amigos, estes colegas formidáveis ensinaram-me muita coisa e a primeira delas todas foi a não ter vergonha daquilo que sou. Até há pouco tempo tinha vergonha de mim e daquilo que era, só desejava ser uma pessoa ‘normal’ e culpava-me por ser assim. Eles ensinaram-me através das suas atitudes a gostar de mim e hoje posso dizer que tenho orgulho em ser Autista.

A maneira como vivem a vida a sorrir, apreciando todas as pequenas coisas da vida, sem medos do que os outros irão pensar, foi o segundo ensinamento.

Há quem diga que são infantis mas eu digo, apenas estão a apreciar a vida e a divertir-se. Lá por fazerem coisas erradas para a idade deles aos olhos da sociedade, eles apenas estão preocupados a serem felizes. E isso não é das coisas mais importantes na vida? Emociona-me ver a maneira como eles fazem isso, sem medo do julgamento dos outros, de forma tão natural.

Ensinaram-me a fazer aquilo que me faz feliz, a ser eu própria, sem ter de fingir ser uma pessoa que não sou.


Pessoas com um coração de ouro, genuínas, que apesar de todos os problemas continuam sempre com um sorriso na cara e cheios de força. Estes são os meus colegas. E somos um grupo, um grupo muito unido. Somos todos diferentes mas todos nos compreendemos uns aos outros. Ali sinto-me uma pessoa normal, integrada, compreendida e aceite. Cada um de nós dá o seu melhor e o seu contributo para a turma ter sucesso. Ajudamo-nos todos uns aos outros, não só a estudar mas também a crescermos como pessoas.

Tenho muito a agradecer-lhes por todas as aprendizagens que me têm proporcionado, embora nem sequer tenham a noção do quão importantes eles estão a ser para mim.

Obrigada por poder ser eu própria sem medos, obrigada por me ensinarem que a felicidade está nas mais pequenas coisas, obrigada por serem pessoas tão únicas, autênticas e verdadeiras. Obrigada por me mostrarem que ser diferente é só das melhores coisas do mundo.

77 visualizações
  • Facebook ícone social
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now