Buscar
  • Maria do Mar Vieira

Um autista pode ser bom aluno?


Foto de Nelson Gomes


Nós, autistas, podemos ser inteligentes e bons alunos.

Mas a sociedade pensa, "É bom aluno, é 'normal' ". E não vê a pessoa que tem à frente. Limita-se a um único factor - ser bom aluno - para determinar se uma pessoa é 'normal' ou não.

Às vezes desejava ser má aluna para ter sido ajudada mais cedo. Se tivesse dificuldades de aprendizagem, as pessoas à minha volta veriam que algo se passava comigo e mais cedo iriam tentar perceber o que se passava, mais cedo teria o diagnóstico, mais cedo perceberia porque vejo o mundo de maneira diferente e mais cedo teria sido ajudada. Mas não, embora tivesse comportamentos estranhos e dissesse coisas que as pessoas estranhavam, como era boa aluna, estava tudo bem e nada se passava de diferente em mim.

Peço-vos a todos, que estejam atentos aos vossos filhos, amigos e familiares. Podem até ser os melhores alunos da turma mas podem estar numa enorme batalha e sofrimento interior. Estejam atentos aos pequenos pormenores. As diferenças estão nos detalhes. Um olhar...Ou a falta dele..., o fascínio por algo... ou simplesmente a maneira de ele brincar. Estejam atentos a tudo, não desvalorizem estas pequenas coisas porque até tem piada e é estranho.. mas como ele é bom aluno, está tudo bem.

NÃO. Não está tudo bem. Pode estar ali alguém a precisar de orientação, que compreenda porque é diferente e porque se sente diferente e vocês podem contribuir para o alivio desse sentimento e ajudar essa pessoa a integrar-se neste mundo tão estranho para nós.

O Autismo está nos pequenos pormenores e não no facto de seres mau aluno ou não.

O diagnóstico tardio pode afectar o desenvolvimento pessoal e social da pessoa. Vamos evitar que isso aconteça e estar mais atentos a este conjunto de detalhes e fazer a diferença na vida destas pessoas.

104 visualizações
  • Facebook ícone social
  • Instagram
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now